quinta-feira, 10 de março de 2011

depois de tudo.


(..) depois de morrer (..)  será que realmente alguém sentirá a minha falta ? , pergunto-me todos os dias (..) será que tudo o que faço hoje será compensado amanhã? será que todos os actos que tenho com todos aqueles que me rodeiam, serão guardados tal e qual como eu guardo os actos deles? será que todas as palavras que hoje as digo sem qualquer medo , serão relembradas amanhã, depois da minha morte? será que realmente faz mesmo sentido viver , se amanhã não serás relembrado? (..)

2 comentários: