sexta-feira, 20 de maio de 2011



« (...) e se beijasses a última vez do mesmo modo que me tentaste beijar á primeira? e se me agarrasses e dissesses que me amavas e que querias que tudo continuasse e que se prolongasse, passando a ser a princesa do teu castelo. que tinhas saudades de nós. que tinhas saudades de me abraçar, de me beijar a olhar para o sol que se estaria a pôr, das nossas promessas inacabadas, dos nossos momentos apaixonados, de olhar-me nos olhos, de correr campos cheios de flores e no fim desse caminho, beijares-me e voltares atrás e pegares numa flor e entregares-ma, de morderes-me o lábio e dizeres que tens saudades de sonhar connosco. eu aí esboçaria um dos nossos sorrisos parvos e iria a correr ter contigo, e beijar-te como se fosse pela primeira vez. ou então, simplesmente iria guardar mais uma das nossas óptimas recordações, em algo que te pertence, o meu coração. »

(inventado)

2 comentários: