sábado, 20 de agosto de 2011

1 - Carta para a tua melhor amiga:


pela primeira vez, olho para as nossas fotografias e pequenas gotas caiem-me pela cara e chego á conclusão que existe tanto para dizer, que nunca foi dito. tantas palavras que foram esquecidas no passado, talvez para não criar mais conflitos, não criar mais discussões e mais porquês. já existiu muitos problemas entre nós, muitas discussões e muitos erros. nem sempre estiveste cá e nem sempre eu estive ai. fomos estúpidas e totalmente infantis tentando sempre adivinhar o próximo erro. como sempre ultrapassámos isso, talvez não da forma mais correcta e a mais fácil, mas a mais difícil, tentando esquecer. e hoje pergunto-me, como é que é possível esquecer algo que nos magoou tanto? não é possível. e ainda hoje eu guardo mais do que uma caixa de palavras que gostaria de dizer em todas as vezes em que me calei e guardo milhares de momentos que queria ter contigo, ou para te chamar á razão ou para ver o teu sorriso brilhar. eu estarei aqui, e por mais discussões que tenhamos e por mais dúvidas que me percorram a cabeça, eu sei que nunca serei capaz de te largar, não só por tudo o que já aconteceu e eu permaneci aqui, mas porque pior do que aconteceu entre nós, acho que não será possível. desculpa por tudo, amo-te sm.

Sem comentários:

Enviar um comentário