sábado, 20 de agosto de 2011

2 - Carta para a tua paixão:


parece que foi ontem, ontem que agarrava a tua mão com todas as minhas forças. ontem que recebia todas as noites uma mensagem tua a dizer o quanto me amavas. ontem que prometias promessas falhadas. ontem que sentia os teus lábios a colarem-se nos meus. ontem que eu ficava horas a olhar-te nos olhos e a chamar-te de 'meu'. ontem, ou melhor no passado, num distante passado cheio de memórias tuas e nossas, cheio de palavras ditas em noites de lua cheia e céu iluminado, cheio de saudades de uma história perfeita, para mim. eu voltaria a repetir tudo, menos o nosso final e algumas palavras que queria dizer e não fui capaz. voltaria a rir-me de ti e de nós. voltaria a sonhar contigo todas as noites, não como agora, porque sonho o impossível mas naquela altura tudo seria possível e tudo estaria ao nosso alcance. voltaria a dizer-te o quanto me fazias feliz e voltaria a cometer o mesmo erro (ou não) de me apaixonar por ti. agora, apenas sem nenhuma esperança que o passado volte, quero tornar-te uma memória inesquecivel do passado e não uma continuação dele. i still love you.

Sem comentários:

Enviar um comentário