domingo, 21 de agosto de 2011

7 - Carta para alguém que julgaste á primeira impressão:


eu fui uma pessoa de julgar muito as pessoas por aquilo que se ouve e por aquilo que parecem ser, mas partir do momento que te conheci a minha opinião mudou totalmente. sempre te achei uma miúda muito simples e muito normal e agora sabes o quanto eu não me interesso por pessoas normais, talvez por serem mesmo normais. gosto de pessoas diferentes e um bocado loucas, pessoas sinceras e pessoas que não tenham medo em dizerem o que sentem, nem de me dizerem a verdade mais cruel. gosto de pessoas frontais e pessoas amigas, pessoas em que possa confiar e pessoas que sejam totalmente honestas comigo como eu sou com elas. a minha impressão relativamente a ti era totalmente oposta e talvez seja esse o motivo pelo qual tivemos dois anos sem nos falarmos, lidando diariamente. eu hoje conheço-te, sei todos os teus segredos e tu sabes que estarei aqui sempre que seja possível como tu estiveste aqui quando eu mais precisei, eu hoje digo que me arrependo em ter ligado demasiado aos outros e nunca ter falado contigo, e hoje digo, eu amo-te e agradeço-te por tudo o que tu fizeste dada, obrigada por todas as noites em que já era raro alguém ter palavras para me acalmar, mas tu continuavas lá e nunca desististe. amo-te princesa.

1 comentário: