domingo, 11 de setembro de 2011



supreendeste-me demasiado. eu acho que nunca me tinha visto a sorrir tanto desde que te dei o meu ultimo beijo. desde da ultima vez que te vi e te disse que te amava muito. desde que eras meu, o meu amor. demorou e finalmente chegou. eu tremia e no momento nao sabia o que deveria dizer, queria dizer tudo e sabes? cheguei a não dizer nada. queria dizer-te o quanto me fizeste falta, tal como tu disseste. o que fiz durante a tua ausência e o que fiz para te tentar tirar na minha dura cabeça. o quanto te queria perdoar á muito tempo atras e naquele momento queria ir ter contigo a perguntar se estavas realmente a ser honesto comigo. não, não foi esperanças que me deste, deste-me certezas que cada dia me fazias mais falta, e que sim eu amei-te mesmo, e como te disse não me arrenpendo de nada o que passei contigo. foi uma bela história, uma história que nunca irei esquecer. amo-te e o resto tu sabes.

1 comentário: