terça-feira, 20 de dezembro de 2011


acordei de manhã, estava sol, ao contrário do dia de ontem. as minhas mãos estavam quentes, os lençóis sem mim, gelavam. caminhei lentamente em direcção á janela, com a esperança que ainda pudesse ver a nossa lua, mas infelizmente ela já não estava lá. fui a correr para a cama, aconcheguei-me e fiquei á espera que a temperatura do meu corpo aquecesse de novo, enquanto me lembrava de tudo. fui sorrindo, rindo-me de mim, aliás das quantidades de vezes em que cai, e no final, uma lágrima caiu-me, e sem explicar o porquê, deixei-me levar por aquela onde de saudade. deixei-me levar por ti, novamente. e talvez seja medo, eu própria não sei, apenas precisava de novo, de ti, mas mais uma vez.

Sem comentários:

Enviar um comentário