sexta-feira, 2 de dezembro de 2011


simplesmente estou a navegar de novo nas mesmas ondas, e a pedir ajuda sempre aos mesmos barcos, mas nenhum me ouve por mais que grite. eu gosto do mar, gosto de estar dentro dele, mas agora que navego, sozinha, apenas guiada pela linha do horizonte, tornou-se cansativo. olho todas as noites para a lua, e depois para o mar em que me encontro e apenas vejo o meu reflexo, a ser inundado por mais água salgada, mas desta vez, vinda de mim, não do vasto horizonte para o qual caminho. estou cansada de nadar, cansada de reflectir o meu rosto em todas aquelas ondas, em que todos os dias me afogo. apenas precisava de um barco, que me salvasse deste fundo mar em que me encontro. apenas precisava que tu me ouvisses, e que ao me encontrares, me dissesses que, eu era tudo o que tu procuraste.

2 comentários:

  1. identifiquei-me linda! esta fantastico, parabens.

    ResponderEliminar
  2. adorei o texto, tal como adoro o blog. *

    ResponderEliminar