terça-feira, 21 de fevereiro de 2012


cansei-me da viciante rotina que me causaste, dos sorrisos que não se formavam por não estares presente e por esta dor que se acumulava todos os dias esperando que me viesses socorrer. tornou-se pior do que as histórias das princesas, pois todas têm um final feliz, e a nossa acabou por nem sequer ter um principio. acabei por esquecer os significantes passos que davas na minha direcção e o teu numero que ecoava todas as noites na minha cabeça. aprendi a suportar esta dor que se tornou insignificante comparado com as tentativas que tive de te tirar de mim, e devolveres aquilo que roubaste. conclui que não seriam os cafés durante a noite que me iriam manter desperta, apenas porque tinha medo de sonhar contigo. que não iriam ser os atalhos que escolhi para não passar pelos nossos sítios, e, que não iria ser a ignorar as tuas atitudes que me iram fazer ultrapassar este mundo que criei. encarei todos os teus verdadeiros actos, todos os teus falsos sentimentos e a nossa história. escrevi-a durante dias em papeis rasgados e queimados, que foram levados ao longo dos dias, pelo vento. secava na minha pele as lágrimas que pensará nunca mais ter, e o pequeno sufoco de ter lutado por algo irreal, atormentou-me durante noites. deparei-me, talvez, com a pior situação que eu própria tinha causado. enfrentei este pequeno pesadelo sem fim, apenas com um único começo e com simples e curtos intervalos. conclui a nossa história, mais uma vez, sozinha. não esperava outra atitude, senão esta que estás a ter comigo. dou-te os meus maiores parabéns, por teres conquistado aquilo que sempre quiseste e quanto aos teus falhados caminhos, tenho apenas medo de eu, ter pertencido a um deles. continuarei a caminhar, em direcção ao horizonte, fechando mais uma vez a nossa porta.

2 comentários:

  1. Sinceramente não sei. Encontrei num video, neste : http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=hkyBWdK9zvk
    não sei quem canta, nem como se chama :S

    ResponderEliminar