segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012


não foi amor quando fiquei horas a ouvir-te falar. não foi amor quando quebrei promessas. não foi amor quando acordava todos os dias, com as mãos geladas e ainda te escrevia um pequeno texto, enquanto sorria do teu texto da noite passada. não foi amor quando caminhava pela rua dentro, enquanto o frio me gelava o nariz. não foi amor quando corria em tua direcção, enquanto que tu me esperavas com os braços abertos. não foi amor quando decorei todas as datas importantes da nossa história. não foi amor quando decorei o teu nome. não foi amor quando os meus olhos já não conseguiam estar abertos para te responder. não foi amor quando acordava a meio da noite com uma chamada tua. não foi amor quando sorria apenas por estar a olhar para ti e sentir-me feliz (..) foi amor quando te vi a sair do meu caminho e deixei-te ir, porque sabia que não querias ficar. foi amor quando te vi com outra, e mesmo assim sorria todos os dias. é amor quando choro por ti todas as noites, enquanto que te digo todos os dias, que não sinto a tua falta.

1 comentário: