segunda-feira, 25 de junho de 2012


tinha 16 anos, e pensava que consegui vencer tudo. achava-se forte, combatendo todas as guerras que lhe propunham. mas apercebeu-se que toda a gente a via assim, uma rapariga forte e que por isso deixavam de se preocupar com ela. chorava todas as noites, para que de manhã enfrentasse o mundo, levantada e com um grande sorriso na rosto. eram raras as vezes que ela diferenciava o seu sorriso e quando o fazia poucos reconheciam a diferença. tinha 16 anos e pensava que conseguia vencer tudo. contava apenas, com uma palma da mão as pessoas que a apoiavam, e que realmente a conheciam de longe. vagueava sozinha, com o silêncio a acompanha-la, com a neblina cinzenta e oca por dentro. sem sorrisos, sem palavras e lembranças que lhe pudessem fazer feliz (..) tinha 16 anos e destruiu o seu mundo para que o dos outros ficasse bem. e infelizmente, estou a descrever-me. 

2 comentários:

  1. estou aqui sempre que precisares. nunca te vou largar como muitos fizeram até hoje. não quero o sempre connosco, quero apenas o tempo que durar. és linda e acima de tudo, és forte. acredito em ti minha princesa, amo-te ♥

    ResponderEliminar