domingo, 18 de maio de 2014


de repente voltei a encontrar um pouco de luz em mim, algo que pensei que tivesse perdido. voltei a encontrar alguém que me fizesse esquecer das horas, dos dias e dos meses. esperei por ti tantos anos e foi a melhor espera da minha vida. o teu sorriso, o teu cabelo despenteado, a tua gargalhada, a tua covinha, o teu cheiro, todos eles fazem-me apaixonar-me por ti todos os dias. será isto amor? porque se não for, eu não me importo, eu só não quero que isto acabe. é tão bom agora estar longe do meu passado e saber que todos merecem amores diferentes e lugares diferentes no nosso coração, e tu tens um. passei eu tantos anos a tentar fugir do meu passado sem nunca procurar um futuro, eu só queria deixar-me livre de novo ou sentir-me livre, e perdi tantos anos sem saber o que era estar agarrada a ti debaixo de mantas com um frio lá fora, sem saber o que era jogar contigo, sem saber o que era ver filmes contigo e adormecer a meio, sem saber o que era acordar e ver-te sorrir, sem saber o que era olhar para ti e mexer-te no cabelo (..)

1 comentário: